PRODUTOS E SERVIÇOS

10 Itens do Dia a Dia que Vão Tornar a Sua Vida Mais Sustentável


No Dia Mundial do Meio Ambiente desse 2019, que foi celebrado ontem, escolheu-se a China como local de comemoração e o tema foi “poluição do ar”. Sugestivo, não?

Em 2015, após atingir níveis apocalípticos de poluição do ar, coloquialmente apelidados de “airpocalypses”, o governo chinês tomou seu primeiro passo para melhorar a qualidade do ar: admitiu que havia um problema.

A poluição atmosférica é um problema mundial que se agrava cada dia mais e atualmente mata em torno de 7 milhões de pessoas por ano, sendo metade dessas ocorrências em países asiáticos e no Pacífico (Envolverde, 2019). 

A escolha simbólica da China se deu por vários motivos. Além de ser um dos países mais poluídos e poluentes do globo (hoje, responde por 24% das emissões de gases do efeito estufa) é um dos países com maior concentração de indústrias dependentes do carvão (Exame, 2019).

Embora ainda seja um dos maiores poluidores da atmosfera, a China detém hoje a maior frota de carros elétricos em uso no planeta, como o modelo E200 (foto acima) fabricado pela marca chinesa Zotye.

Além de estar investindo em energias renováveis, o país vem plantando árvores em larga escala e o governo aderiu ao projeto internacional de monitoramento chamado Air Quality Index, tendo ainda investido admiráveis 100 bilhões de dólares em ajuda aos países pobres que precisam se adequar às metas firmadas no Acordo de Paris.

Produzir e consumir de forma menos predatória e mais sustentável tem se tornado uma urgência. Até mesmo para a China! Fundamental não apenas que os governos e as empresas se mobilizem e ajam, mas também nós mesmos.

Em fevereiro deste ano vários estudantes saíram em protesto nas ruas de Londres pela implementação de políticas de proteção ao meio ambiente.
O gatilho da manifestação foi a jovem Greta Thunberg, que saia sozinha de casa todas as sextas-feiras para protestar em frente ao parlamento inglês.

E não, você não precisa ir toda a sexta-feira para a frente do Congresso Nacional para começar a fazer a diferença.

Você pode começar consumindo de forma mais responsável, escolhendo produtos menos agressivos ao meio ambiente, comprando local e do pequeno produtor, de marcas não praticantes de crueldade animal e adotando hábitos conscientes.

Seguem 10 dicas para você incorporar ao dia a dia mais sustentável:

1. PROTETOR SOLAR

Protetor solar da Ekilibre Amazônia, 100% vegano, natural, sem aditivos sintéticos nem testes em animais. Feito com óleo de buriti, manteiga de ucúba e manteiga de cupuaçu. Não obstrui os poros.

2. MOCHILA

Mochilas pintadas por índios Kayapó e feitas de tecido 100% reciclado (garrafas pet e retalhos de algodão reciclados) e mais banner de reuso.

3. MARMITA

Marmitas da Bento Store, feitas de fibra de bambu com tampa em madeira de bambu e dois compartimentos internos independentes de silicone para levar ao microondas.

4. BOLSA

Mini bolsa da Pibags (marca de mulheres feministas) para prender no guidão da bicicleta, na cadeira de praia ou no carrinho de bebê. Dá para guardar chave, carteira, óculos, celular, até garrafa de água cabe.

5. SACOLAS

Kit granel com sacolas de pano reutilizáveis da Paninhos, para evitar desperdício de alimentos e aqueles plásticos indesejados.

6. EMBALAGENS

Que tal trocar o plástico filme e o papel alumínio pelas embalagens sustentáveis da Eco Wraps Br? Elas se moldam em qualquer objeto e formato, são laváveis e reutilizáveis.

7. NECESSAIRE

Necessaire upcycled e vegana da Holy Fancy, feita de garrafas pet e retalhos de algodão reciclados. Ótima para levar no dia a dia ou na viagem.

8. COSMÉTICOS

Cosméticos naturais, orgânicos e veganos da Alva Brasil. Não agridem o meio ambiente nem sua pele, pois são livres de derivados do petróleo e outras substâncias sintéticas nocivas.

9. PASTA DE DENTE

Creme dental da Live Aloe, natural, orgânico, com óleos essenciais e sem flúor.

10. ABSORVENTES

Bioabsorventes laváveis da Oi Herself. Feitos de algodão da melhor qualidade, são impermeáveis, hipoalergênicos e zero compostos por substâncias químicas nocivas. Por isso, não causam odor nenhum.

Por Bruna Soares Pinheiro – Redatora e Idealizadora do BGreen Content.

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *